sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Perca o fôlego com Justice Joslin










Fonte: Candyboy

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Vai começar o "Bichas Pobres"



Histórias de pobreza, quem não tem? Aproveitando a volta do reality mais esperado da TV aberta, o "Mulheres Ricas". A gente lança essa semana o "Bishas Pobres". Chegou a hora de abrir o coração e compartilhar cazamigas sua história de pobreza. Quem nunca lavou os copos na buatche porque o cartão não passou? Ou quem nunca entrou num taxi e saiu correndo no final da corrida por não ter grana pra pagar? Então, se você tem algo a nos revelar, chegou a hora. Lembrando que não precisa se identificar, basta apenas escrever no inicio do texto a hastag #bishaspobres. As mais engraçadas a gente posta aqui no blog durante a semana! 

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Meu namorado gogoboy feat ator porno


Há alguns meses conheci um cara lindo cheio de qualidades, ele foi super romântico em nossos encontros, se dizia caseiro, e queria relacionamento sério. E eu investi todas minhas fichas nele, conversamos e chegamos a conclusão de que teríamos um relacionamento sério. Passados alguns meses eu falei que seria uma boa nos apresentarmos para as famílias um do outro, ele negou e disse que estava cedo demais.

Dias depois um amigo me liga as 02:00 da manhã falando que o viu na balada, Porém sendo apresentado como GOGOBOY e que na balada tinha um banner com uma foto dele citando algo como ele ser modelo de um site. Meu amigo tirou a foto pelo smartphone dele e me mandou duas fotos uma do banner e outra dele no POLE DANCE. liguei meu pc e procurei ele nesse site e vi um video dele transando com mais 2 caras. E agora vou tentando pegar ele na mentira, ou digo logo de cara que descobri que ele não é nada daquilo que tentou me mostrar ?

QUE BAFO MINHA GENTE! Olha gata, muita calma nessa hora! Como você disse, o cara tem várias qualidades, então, não o trate como um lixo humano. De fato, ele errou em te ocultar a vida profissional, mas ele teve motivos. Afinal, não deve ser fácil ter esse tipo de trabalho, ainda mais, ter um namorado que encare isso com naturalidade. Mas o que me espanta é você passar alguns meses com um cara, embarcar em um namoro, e não ter conhecimento da vida profissional do bofe!
Eu não vejo motivo pra pegá-lo na mentira. Coloque-se no lugar dele, não deve ser fácil se submeter a esse modo de vida pra sobreviver. Então, chame-o pra conversar e esclareça de uma vez a situação. Se o seu amor for grande o suficiente pra aguentar o modo de vida dele, se jogue no boy. Deixe de lado o pensamento careta e preconceituoso, e tire proveito do seu gogo boy! Pense que muita gente gostaria de estar no seu lugar!
MOMENTO BUT... se você estiver se sentindo traído, enganado, um completo idiota e o sentimento de vingança florescer no seu coração, aqui vai a minha DIKONA. Faça de conta que nada aconteceu e marque um encontro sexual. Na hora em que o  babado estiver acontecendo, fale que ficou com tesão de transar assistindo um filminho erótico! Dê o “play” no filme dele e desmascare o bofe! Esteja pronto pra ouvir as lamentações, as explicações e a choradeira! E se esse não é o perfil de namorado que você esperava na vida, encerre o relacionamento e siga a sua vida, deixando o boy seguir a dele, sem mágoa e ressentimento (muito menos ligação na madrugada).

Se você está desesperada também, mande usa pergunta pra gente nesse link aqui !

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Desvendando mitos da pegação no banheirão



Olá galera.. Tive conhecimento de um fato e gostaria que todos tomassem nota disso para sua própria segurança...
Um amigo me contou, nessa semana, que algumas pessoas tem o glorioso hábito de masturbar-se em mictório de banheiro público. Perguntei "como assim", e fiquei incrédulo, sem entender direito.
Hoje estava em uma praça da cidade, fui jogar basquete lá. Decidi ir ao banheiro urinar (com fone de ouvidos) e eis que sinto uma atmosféra pesada e densa pairando sobre o local. Como não estava ouvindo nada (ouvidos tampados), fui na cabine e fiz o que devia fazer. Ao retornar percebo um homem masturbando-se de frente ao mictório. Ao sair, o "senhor" começou a me perseguir e eu desbaratinando, como se não tivesse percebido nada.
Sentei na arquibancada e observei o movimento. Outros "senhores" começaram entrar no banheiro, um deles bem bonito inclusive, tinha pernas torneadas, barba por fazer e expressão máscula. Vestia boa roupa.
Ninguém saiu de lá nos próximos 20 minutos, o que nos leva a inferir o que haveria acontecido dentro do banheiro nesse momento... Eu, limpinha que sou, jamais participaria de tal encontro, porque sou católica. Mas confesso que fiquei alerta, pois havia um boy magia em questão, e eles merecem nosso respeito. Embora estivesse disposta a fazer a Carmem San Diego, percebi que o local era sujo demais para a minha pessoa. Fui embora sem saber direito se tive uma miragem ou pesadelo.
É isso mesmo produção? Vocês conhecem histórias desse tipo? Rola essas pegações em banheiro? Será que existe uma versão ryca para esse filme, com direito a vestiário e jogadores de rugby?


Adoro responder perguntas das bees novinhas. Me sinto a própria voz pra experiência! Para muitos, a história do banheirão não passa de uma fantasia de filme porno. Mas para alguns ela existe, e como existe! Tem gente que leva à sério e pratica se medo, e tem gente que tem tara nisso! Neste post iremos desvendar alguns mito e falar umas verdades.
Existem 3 tipos de banheiros que são os preferidos das gays: os públicos em geral (shopping, aeroporto, rodoviária e etc), o da academia e o da buatchy! A azaração acontece quando uma gay percebe uma oportunidade babadeira de se jogar pra um boy. Como no banheiro as partes ficam desnudas e apenas um olhar pode fazer toda a diferença, o que poderia ser difícil acaba se tornando muito fácil. Não estou falando que a “coisa” aconteça ali, até porque é arriscar-se demais. Mas elas podem começar e terminar e outro lugar, estou mentindo?
O mictório é uma região que até hoje eu nunca entendi. Tudo bem que fomos educados a colocar o pinto pra fora e urinar em qualquer lugar. Mas fazer isso a 30 cm de outra pessoa é o que mais me intriga. Pra quê, né gente? Numa distância dessas, não tem visão periférica que não resista ao vizinho do lado. Isso quando não tem aquela placa de granito gigante te protegendo dos perigons! Com relação à pergunta da nossa amigue, eu acredito que o boyzinho sentiu uma vibe na sua figura e deu uma sensualizada básica. Como a senhora saiu correndo ele deve ter tentado com outro e faturado, com certeza. Eu não acredito que o cara estivesse se masturbando, ele poderia está chacoalhando de uma formas ousada, concordam?
Na buatche a sensualização é total e a pegação no ambiente rola de verdade. Pra quê dark room se você pode fazer tudo no claro, não é mesmo! O que pode atrapalhar é o tiozinho da limpeza ou a fila gigantesca que sempre rola.
Já no banheiro de academia, onde tem aquela trocação de roupa, pode até existir um clima, mas é preciso ter muito cuidado, pois vários meninos circulam no recinto e se você vacilar pode acontecer um bafo bem pesado pro lado. Imagina se os alunos descobrem? Pra ficar com fama da “besha do banheirão” é rapidinho!
Resumo da ópera: pegação no banheirão existe, você só deve tomar cuidado pois o risco é grande e qualquer deslize pode queimar a sua cara pra sempre! E, na minha humilde opinião, acho bem baixa renda e de pouca dignidade, essa prática. Você não precisa disso pra ter alguém ao seu lado. 

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

O boy quer ir pra balada sozinho



O que fazer quando o namorado quer ir pra buatchy sozinho cazamiga e você não pode ir?

Depois de um feriado longo e comprido, paguei a conta do bluógue e resolvi escrever. Hoje no “para comprometida” um tema BEM polêmico, o tal do “vale night”, que pra quem não sabe, é deixar o namorado sair na noite cazamigas ou sozinho. Na minha humilde opinião, é um assunto bem simples de se resolver, tudo vai depender de alguns fatores.

Se o namoro for recente tipo 5 a 9 meses, isso pra mim é recente é preciso tomar bastante cuidado, por mais que ele fale aos quatro ventos que te ame, é perigosíssimo. Eu não aconselho arriscar. Mas se ele causar muito pra que isso aconteça, libere-o e fique
atento ao paradeiro dele. Se você for das possessivas, exija ocheck-in” em todos os lugares. Pra ser mais demoníaca, peça para uma amiga (que ele não conheça) ir até o local e ficar de vigília, de olho em tudo. Se você não tiver amiga, apareça de surpresa, mas não arrume confusão, seja fofa. Fale que não se aguentou de saudade risos.

AGORA... se o namoro for mais longo, não vai ter possessão, macumba e amarração que segure esse boy. Afinal, já são alguns anos de cumplicidade gerando aquela
confiança babadeira, que serão a base pra te deixar em casa tranquila, repousando o picumã. Só não esqueça a conferência do celular dele no dia seguinte. AVERIGUE TODOS OS APLICATIVOS COM IN BOX, até o linked in!!!!!!! Se morar junto, confira todos os bolsos, cheiros na roupa e a CUECA. Isso mesmo, cueca melada é sinal de que alguma excitação aconteceu, então, exija explicações! Não é porque você confia que vai deixar de ser esperta!

Mas se você perceber que esse amor for tipo escova progressiva, que não dura mais três meses. Nem perca o seu tempo causando com Exu, se ele não estiver te levando a sério, mande-o pra balada e pro inferno de uma vez!


Se você está desesperada também, mande usa pergunta pra gente nesse link aqui !